NOSSOS PROJETOS

Para alcançar a nossa missão, atuamos em 5 frentes:

 

ECOMUSEU DO ESPINHAÇO

O EcoMuseu do Espinhaço será um espaço virtual e físico de fomento à pesquisa, ensino, divulgação do conhecimento, promoção de parcerias científicas e de soluções transformadoras para as questões relacionadas à conservação socioambiental da Cordilheira do Espinhaço.

O Museu virtual está em fase de desenvolvimento de banco de dados para, em seguida, ser amplamente divulgado. Será uma possibilidade tanto de o público em geral ter acesso a materiais de qualidade, que vão incluir desde artigos, ilustrações, mapas quanto para profissionais da área socioambiental fazerem buscas específicas e contatos com grupos de pesquisas.

Para o Museu físico, produtos inovadores que oferecem espaços de debate sobre os desafios ambientais da atualidade estão em constante desenvolvimento. O Projeto Trilhas está vinculado a esta proposta de promover a divulgação científica e a sensibilização da população em geral para as questões socioambientais, através da promoção de vivência em trilhas localizadas em áreas naturais na Cordilheira do Espinhaço. Esta proposta é realizada com diversos grupos, por exemplo, grupos escolares, grupos de jovens, famílias, ou seja, pessoas que querem vivenciar um momento em meio à natureza que vá além de uma simples caminhada.

Para o apoio de todas as atividades do Museu, o INOT foi contemplado com um terreno pela prefeitura de Santana do Riacho. Neste terreno a sede do INOT será construída, assim como toda a estrutura física necessária para abarcar o Ecomuseu do Espinhaço.

 

REVITALIZAÇÃO DO RIBEIRÃO SOBERBO

O Projeto de Revitalização do Ribeirão Soberbo, objetiva revitalizar a microbacia do Ribeirão Soberbo que atravessa o distrito Serra do Cipó. Para isso, foi criado o Grupo de Trabalho com representantes das seguintes instituições: Prefeitura de Santana do Riacho, Escola Estadual Dona Francisca Josina, Associação Comunitária João Duarte Nogueira, FIOCRUZ, CEFET-MG, ICMBio e INOT.

O INOT vem atuando no fomento ao levantamento de informações fidedignas e relevantes à melhoria da gestão da microbacia do Ribeirão Soberbo. O CEFET –MG vem realizando o diagnóstico da qualidade da água e a valoração do Ribeirão Soberbo. O INOT segue em constante diálogo com os parceiros, principalmente a prefeitura de Santana do Riacho e COPASA o que culminou em iniciativa inovadora da COPASA em fazer um levantamento detalhado da situação do esgotamento sanitário do distrito Serra do Cipó.

As informações levantadas serão relevantes para se ter indicações das melhores alternativas para a revitalização do Ribeirão Soberbo.

Alguns dos problemas:

 

INOT PRESENTE

O INOT é conselheiro no Subcomitê de Bacia do Rio Cipó, no Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) de Santana do Riacho e é presidente do Conselho Municipal de Defesa ao Meio Ambiente (CODEMA) do mesmo município. O INOT também participa do Fórum de Desenvolvimento Regional da Serra do Cipó, que é um espaço de interlocução dos setores público, privado e sociedade civil para o desenvolvimento da Serra do Cipó. Com a participação nesses espaços, o INOT pode acompanhar de perto e colaborar com as políticas públicas voltadas para as questões ambientais do município Santana do Riacho e bacia do Rio Cipó.

O INOT participa também, como representante do Terceiro Setor do Projeto Canastra – Justiça e Reconciliação, que tem como objetivo a de busca de uma alternativa consensual para a resolução dos conflitos gerados desde a criação e implantação do Parque Nacional da Serra da Canastra.

 

AMIGOS DO INOT

O Programa AMIGOS DO INOT é uma ação para que pessoas físicas possam colaborar com as ações de conservação socioambiental que o INOT realiza. As colaborações com valores mensais permitem a preservação de uma mata nativa de cerrado na Serra do Cipó, a propagação da consciência para a conservação socioambiental e a arrecadação de fundos para o Instituto fortalecer sua atuação nas ações de conservação socioambiental onde atua.

Os AMIGOS DO INOT serão homenageados com uma placa que ficará na mata de cerrado, e receberão constantemente notícias sobre o desenvolvimento desta mata e de todas as ações do INOT.